Destaques

[Resenha] O Duque e eu, Julia Quinn

Vamos falar de romance histórico. Um dos gêneros que acho mais fascinantes - assumo. Não me envergonho  em dizer que em muitos momentos, me pego desejando ter tido a sorte de viver entre os bailes e cortejos daquela época. Pareciam ser encantadores.
A resenha é do livro O Duque e eu, primeiro da serie Os Bridgertons, da autora Julia Quinn.
Resenha O Duque e eu - Os Bridgertons - Julia Quinn





Resenha O Duque e eu - Os Bridgertons - Julia Quinn
Titulo: O Duque e eu - The Duke and I - #OsBridgertons-1
Autora: Julia Quinn  - Editora: Arqueiro
ISBN: 978-85-8041-146-1 - Ano: 2013 - Páginas: 288
Gênero: Romance de época
Classificação:
Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.
Me acompanhe no Skoob: Djéssica Prado
Resenha: O Duque e eu, Julia Quinn O Duque e eu é o primeiro livro que tenho oportunidade de ler da Julia Quinn. É o primeiro da serie "Os Bridgertons", lançado pela Editora Arqueiro. A serie é composta ao todo por oito livros e em cada um é contada a historia de um dos irmão Bridgertons, nomeados por ordem alfabética e de nascença: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth.
Os Bridgertons - Julia Quinn

Resenha - O Duque e eu 

Daphne Bridgerton é a filha  mais velha de Violet, e devido a convivência com os outros três irmãos mais velhos, moldou sua personalidade forte, determinada e destemida, diferente das outras moças da época. Já se passaram dois anos em que ela debutou, mas os homens apesar de a adorarem, a veem apenas com simpatia e como um amiga, não como uma donzela que leva todos à loucura. Os que querem sua mão não a interessam em nada, tendo ela recusado todas. Ela sonha com um bom casamento, em viver um amor forte como o dos pais, além de construir uma grande e feliz família, assim como a dela.
Simon Arthur Henry Fitzranulph Basset, o conde de Clyvedon, quando nasceu fez a alegria de seu pai, o Duque de Hastings, pois sua esposa já havia perdido muitos bebes e ele estava com medo o futuro de seu ducado sem um herdeiro. Sua esposa infelizmente veio a falecer após o parto, então o pai deixou a criação do bebe com uma ama, e voltou a Londres. Mas quando veio visitar o filho, percebeu que este não falava, e quando Simon tinha quatro anos, as poucas palavras que pronunciava era com gagueira, e achando ter um idiota como filho, o Duque nunca mais voltou a Clyvedon. Simon após ser rejeitado, se esforçou muito. Entrou em Eton, depois em Oxford , e aprendeu a disfarçar suas dificuldade da fala muito bem, ganhou fama de inteligente e libertino. 
"Ele era conhecido como alguém "confiante", "lindo de morrer", "o exemplar perfeito da virilidade inglesa". Os homens buscavam sua opinião sobre vários assuntos. As mulheres caiam a seus pés." - Pág. 35
Resenha O Duque e eu - Julia Quinn

Após a morte do pai e de viajar pelo mundo, o novo Duque volta a Londres, e seu amigo Anthony Bridgerton o explica sobre os perigos da "temporada" dos bailes, onde as jovens solteiras buscam bons partidos e as mães estão desesperadas para casar suas filhas. Simon fica apreensivo, pois devido seu passado, repudia o casamento e não deseja nunca ter filhos, para punir o pai, acabando com a linhagem Basset. Ele conhece Daphne em um baile, de uma forma bem inusitada - tentando se livrar de um pretendente inconveniente - ele a ajuda e neste momento já acende uma faisca entre eles.
 "O rosto dele era simplesmente perfeito. Daphne levou apenas um instante para se dar conta de que todas as estátuas de Michelangelo não chegavam a seus pés. Os olhos eram curiosamente intensos - tão azuis que quase brilhavam por conta própria. Os cabelos eram espessos e escuros, e ele era tão alto - tão ato como or irmãos dela, o que era raro. "- Pág. 41
Ele tem a ideia de fingir estar a cortejando, com isso ajudar a ambos: ele fugiria das mães casamenteiras e ela por estar sendo cortejada por um Duque se tornaria uma moça muito cortejada. Apesar do descontentamento de Anthony, eles colocam o plano em ação.
"(..)Sinceramente, sinto-me lisonjeada que tenha me considerado merecedora de uma demonstração tão magnifica de libertinagem duquifera. - Ela sorriu, um gesto amplo e sincero. - Ou prefere duquice libertina ? " - Pág. 49
O plano começa a fazer efeito e Daphne se enche de pretendentes, mas percebe que não se interessa por nenhum, e que prefere estar na companhia do seu Duque, entre qualquer outro. Em contra partida, Simon está lutando contra o desejo que sente por ela e ao fato de que havia prometido a Anthony, seu melhor amigo, de que nada aconteceria entre eles.  Ela desperta nele coisas que ele tenta reprimir a muito tempo, e de certa forma o assusta. O duque, vê-se dividido entre o que sente por ela e as mágoas e traumas de seu passado.
"- Eu quero estar no seu coração. Na sua alma." Pág. 271
Um romance histórico bem humorado, em meio a fofocas, intrigas, irmãos ciumentos e problemas emocionais - a historia é linda:  a descoberta do amor, a luta para resolver as questões do passado e problemas familiares. Os personagens são incríveis, a relação de Daphne com os irmãos é muito fofa, sendo impossível não se apaixonar pela família Bridgertons - cada um dos irmãos possui uma personalidade forte e te desperta o desejo de saber o que acontecera em suas vidas. A mãe, viscondessa e viúva, Violet Bridgerton é um exemplo de mulher forte, que sabe bem lidar com os filhos e em muitos momentos, nos fornece cenas super engraçadas, tentando fazer os filhos agirem como ela deseja.
Resenha O Duque e eu - Os Bridgertons - Julia Quinn

A parte misteriosa do livro também o faz com que nos cativemos mais com a historia, pois todos desejam saber quem é Lady Whistledown, que escreve sobre as fofocas da sociedade em um jornal. Em cada início de capítulo, uma pequena nota do jornal, nos informa algo que ainda será contado a frente.


A Julia Quinn ganhou uma fã, em uma narrativa em terceira pessoa bem desenvolvida e empolgante, é fácil se imaginar em um cenário inglês, no século XIX, no meio aos costumes da época, casarões, bailes, vestidos volumosos e duques, condes e viscondes.  A capa do livro é super fofa é junto aos demais livros ficam super fofos na estante. Para mim ainda falta os dois últimos volumes, mas já estou providenciando - aceito de presente rs.
Os Bridgertons - Julia Quinn

Se você esta a procura de um romance histórico bem fofo, com pitadas de humor, em uma serie linda, te indico sem medo os livros da Julia. Após a leitura deste livro, ganhei mais um crush literário  .. Ah Simon


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

8 recado(s):

  1. Acho que vou adorar este livro como você diz romance fofo
    rsrs adorei a resenha e fiquei com vontade de ler
    já esta na minha listinha,bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi!!
    o livro tem aquela áurea de inocência e sensualidade, fora as tiradas ótimas que a autora coloca nos personagens. Li super rápido e fiquei doida querendo o próximo, não vejo a hora de poder ler.
    bjo

    ResponderExcluir
  3. Parece ser legal!!!Fiquei com vonatade de ler!

    ResponderExcluir
  4. Geralmente não leio esses tipos de livro..mais parece ser bem legal

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha, fiquei morrendo de vontade de ler. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Ah, romance e eu se encaixam perfeitamente. Pena que minha vida no momento está um caus, tannta coisa para estudar que não tenho tempo para leituras para o coração.
    mas, obrigada pela dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu me propus a ler esse livro e os demais somente quando tiver todos em mãos.Esse foi o primeiro que adquiri e já tenho outros 3 mais. Tentando conseguir os demais para poder começar a ler, pois estou super curiosa sobre a saga da familia.

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente não tenho hábito de ler romances de época - porém, certamente, isso será mudado com este livro *-* Já adicionado na minha estante do skoob *-*

    ResponderExcluir