Destaques

Resenha: Bruxos e Bruxas, James Patterson e Gabrielle Charbonnet

Hoje é dia de resenha para o Desafio Literário. Livro com tema sobrenatural e a escolha foi Bruxos e Bruxas de James Patterson e Gabrielle Charbonnet.
Resenha livros Bruxos e Bruxas de James Patterson e Gabrielle Charbonnet

Titulo: Bruxas e Bruxos - Witch & Wizard
Autores: James Patterson e Gabrielle Charbonnet 
Editora: Novo Conceito
ISBN: 978-85-8163-221-6 Ano: 2013 - Páginas: 288
Gênero: Fantasia - Sobrenatural
Classificação:
Compre: SaraivaSubmarino
Sinopse: No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.

Resenha livros Bruxos e Bruxas de James Patterson e Gabrielle Charbonnet




Os irmãos Allgood, adolescentes até então normais.  Whist tem 15 anos e é uma menina ruiva,  encrenqueira e longe de ser um exemplo de boa estudante enquanto Whit tem 17 e é aquele menino popular da escola, que é atleta, forte e super bonito. São separados de seus pais e tirados de madrugada de suas casas pelo novo governo,  a N.O - Nova Ordem, seguindo as ordens do "Único, que é o único ". Eles são acusados de serem bruxos e ficam sem entender a situação, mas durante essa prisão Whist simplesmente pega fogo e confirma toda a desconfiança.
Neste novo mundo quase tudo é proibido, nada de liberdade de expressão, uma verdadeira ditadura. Quase tudo pode ser considerado como bruxaria e os irmãos Allgood são considerados bruxos. 
A N.O aos poucos foi assumindo mais e mais a política e domina todos os setores. Adultos, jovens e crianças ameaçam esse novo mundo, e por todos os lados estão desaparecendo, sendo presos ou mortos e ninguém faz nada. Por ser jovem, você já é suspeito de conspiração. O Único Que É O Único quer ter todo o poder e acredita numa profecia na qual tudo só pode terminar de uma única forma. 
Os irmãos são enviados para uma prisão e lá passam inúmeras dificuldades e são torturados física e psicologicamente, mas conseguem aos poucos desenvolver seus poderes e usar a magia que ate então nem sabiam que existia. Eles através da magia conseguem fugir, num portal, com a ajuda da ex/namorada fantasma de Whit e encontram outros jovens e juntos  lutam para acabar com esta opressão e a encontrar seus pais. A historia do livro é essa.

Resenha livros Bruxos e Bruxas de James Patterson e Gabrielle Charbonnet Minha opinião

Eu comecei a ler este livro super empolgada, pois amo o mundo dos feitiços, sobrenatural e afins. Além da capa ser na minha opinião bem bonita - com este preto fosco e a letra B em chamas, e o mais importante quando resolvi comprar, falava que tinha sido Best-seller #1 do The New York Times e da Entertainment Weekly.
Mas a leitura não foi uma das mais empolgantes (na minha humilde opinião). Não é que o livro seja ruim, mas só não me despertou a paixão feroz que sempre acontece quando começo a ler. Parei no meio e desencantei de comprar o resto dos livros (se ganhar de alguém posso ler rs). Voltei a ler semana passada é ate melhorou um pouco, mas continuo na mesma opinião, é uma historia breve, com uma trama um pouco fraca, sem a "bruxaria" que eu tanto queria ler. Mas é claro, por ser o primeiro livro, não posso julgar a saga inteira, pois tem muita gente que fala que é maravilhosa a historia, mas também tem muita gente que critica.
É um livro bem bonito e chamativo, os capítulos são bem curtos - alguns não duram nem duas folhas -, e em primeira pessoa, alternando a voz de Whit e Whist. Tem uma escrita simples e fácil, o que deixa a leitura rápida e é bem voltado ao publico juvenil. As folhas são amareladas, o que é super essencial para mim que tenho problemas de vista e quase sempre leio a noite ou em ônibus.
É um autor renomado, livro teve milhões de copias vendida, esteve entre os mais vendidos por bastante tempo e a série teve os direitos vendidos e deve virar filme mas ate então nada de filme. Se esta curioso para ler, leia. Gosto e opinião são complicados, não é porque não me empolguei que você também não vai gostar, ou quem sabe até amar né ?

 
Gostou desse post? Curta e Compartilhe Volte sempre, pois sempre há novidades :)
 ONDE ME ENCONTRARYoutube |Facebook|Instagram|Twitter| Google+| Posts por E-mail
Snap: djessicaprado

Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário